Entenda o uso da tecnologia na agricultura

Muito se fala em como a tecnologia está fazendo a agricultura se desenvolver e crescer ainda mais, não é verdade? O que não se discute é como, exatamente, todas essas novidades são benéficas não apenas para o mercado, mas também para os agricultores e os profissionais envolvidos no processo.

Para entender melhor o papel da tecnologia na agricultura, preparamos este artigo para você saber mais. Continue a leitura.

Uma breve introdução

O uso da tecnologia é cada vez mais intenso, afinal, os avanços da ciência e os novos conhecimentos em relação à mecanização, às melhorias na genética, ao plantio direto e aos defensivos agrícolas transformaram a agricultura.

Ao passo que mais ferramentas passam a ser utilizadas, a produção de alimentos se torna ainda mais sustentável. Com a agricultura digital, por exemplo, há a otimização do manejo e da gestão do campo. Da mesma forma que a biotecnologia influencia a produtividade através do desenvolvimento de variedades.

Quais são as tecnologias mais usadas na agricultura?

Uma das primeiras tecnologias de ponta adotadas pelo mercado foi o GPS, programa de localização que dá coordenadas de qualquer lugar no planeta através de receptores de sinais emitidas por satélites.

Depois vieram as máquinas guiadas por computadores e os aplicativos que monitoram as plantações à distância, por meio do smartphone, computadores ou tablets.

Uma das ferramentas mais utilizadas é o sensor. O agricultor espalha vários desses sensores por toda a sua propriedade, e, por serem conectados à internet, geram uma grande quantidade de dados.

Ao analisar essas informações, o agricultor poderá usá-las para aperfeiçoar os processos da sua cultura.

Por fim, a última novidade na agricultura é o uso de drones, pequenas aeronaves que monitoram, em tempo real, todo o campo e possuem um sensor remoto mais acessível se comparado aos satélites.

Dessas tecnologias, quais são usadas em cada parte do processo?

Além de fazer uma boa pesquisa, é preciso saber que existem tecnologias específicas para cada etapa agrícola.

Na pré-produção, por exemplo, pode-se utilizar a semente transgênica e as técnicas de engenharia técnica, que incentivam a semente a resistir contra insetos e ganhar tolerância contra herbicidas.

Na produção, além do sensoriamento remoto e dos drones, o agricultor pode usar maquinários com piloto automático, sistemas de navegação e colhedoras com dispositivos inteligentes.

Já na pós-produção, existe a análise dos dados captados pelos drones, a armazenação dos mesmos na nuvem (espaço cibernético) e os dispositivos que monitoram o mercado.

Esses são apenas alguns dos exemplos de uso da tecnologia na agricultura.

Vantagens de adotar a tecnologia na agricultura

A tecnologia não está limitada aos smartphones, redes sociais ou smarTVs, não! Como já explicamos, existem diversas ferramentas que você pode utilizar para desenvolver ainda mais as atividades agrícolas.

Veja algumas das vantagens:

● Aumento da produtividade na lavoura;
● Redução do risco de perdas em eventos climáticos, desastres naturais e pragas (graças
ao sistema de monitoramento);
● Melhoria na comunicação entre produtores, agrônomos e outros profissionais
envolvidos no processo;
● Aumento da renda do produtor;
● Otimização da produção e do uso de insumos;
● Redução dos impactos negativos causados ao meio ambiente.

Agora que você conhece mais sobre a tecnologia na agricultura, que tal iniciar seu processo de utilizá-las para crescer o seu negócio?

Siga nossas redes sociais para saber mais sobre o assunto.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *